Hino do Cruzeiro

Hino do Cruzeiro

O Hino do Cruzeiro foi composto pelo “maestro da massa” Jadir Ambrósio, em 1965 para participar de um concurso na rádio Inconfidência.

Segundo o autor, a inspiração veio do céu quando ele passava na Avenida Afonso Pena, pertinho da Praça 7. Ele demorou exatamente 15 minutos para escrever o Hino do Cruzeiro Esporte Clube.

O amor do maestro cruzeirense pelo time foi imortalizado nos versos da música: Existe um grande clube na cidade que mora dentro do meu coração.

O Hino do Cruzeiro

Existe um grande clube na cidade
Que mora dentro do meu coração
E eu vivo cheio de vaidade
Pois na realidade é um grande campeão

Nos gramados de Minas Gerais
Temos páginas heroicas e imortais
Cruzeiro, Cruzeiro querido
Tão combatido, jamais vencido!

Existe um grande clube na cidade
Que mora dentro do meu coração
E eu vivo cheio de vaidade
Pois na realidade é um grande campeão

Nos gramados de Minas Gerais
Temos páginas heroicas e imortais
Cruzeiro, Cruzeiro querido
Tão combatido, jamais vencido!

Existe um grande clube na cidade
Que mora dentro do meu coração
E eu vivo cheio de vaidade
Pois na realidade é um grande campeão

Nos gramados de Minas Gerais
Temos páginas heroicas e imortais
Cruzeiro, Cruzeiro querido
Tão combatido, jamais vencido!

Fim do O Hino do Cruzeiro.

Vídeo do Hino do Cruzeiro

Cruzeirense, assista o vídeo abaixo com o hino do seu time e a letra completa na legenda, pra cantar junto!


Hino do Cruzeiro Esporte Clube com legenda

A música do Cruzeiro

Quando escreveu a música, o maestro Jadir Ambrósio foi apresentá-la a direção do clube, que decidiu na mesma hora que aquele seria o Hino do Cruzeiro Esporte Clube.

O maestro realmente acreditava e sentia as afirmações que colocou em versos no hino do Cruzeiro. Ele tinha vaidade pelo grande campeão mineiro! Não perdia os jogos, torcia apaixonadamente e quando a raposa perdia, ele mal conseguia dormir.

Ao longo da vida, o maestro foi homenageado muitas vezes pelo time. Tinha uma faixa e uma placa comemorativa, além de fotos e de uma edição especial da revista do time.

O maestro Jadir Ambrósio morreu em 2014 com 91 anos de idade e fanaticamente apaixonado pelo time que ele eternizou nos versos do hino que a torcida ama cantar nos jogos.

Veja também o Hino do Corinthians.

Veja também o Hino do Flamengo.

Veja também o Hino do Grêmio.

Veja também o Hino do Palmeiras.

Veja também o Hino do Vasco.

Veja também o Hino do São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *